Como Se Tornar Querido No Trabalho

Tempo de leitura: 4 minutos

Em média o brasileiro passa um terço do seu dia no trabalho, que tal alguns passos para construir bons relacionamentos com os colegas e se tornar querido no trabalho.

Passo #1: Começando…

Quando você está iniciando no trabalho, ou recebendo algum novato, simpatia e disposição sempre vai gerar um bom começo de diálogo, ou seja, causar uma boa primeira impressão.

Caso você esteja recebendo o novo colega, trabalhe as perguntas gradualmente, afinal pode ser que a pessoa seja um pouco tímida ou ainda que ele está tomando o espaço de algum outro colega seu

Você não deseja que esta nova pessoa se sinta desconfortável ou de fora da equipe não é verdade?

Passo #2: Com uma ajuda tudo fica mais prático

Disposição sempre vai estar na moda em qualquer tipo de serviço, ainda mais se for o começo de uma nova carreira.

Tenha um pouco de cuidado ao fazer sugestões e principalmente se vê algo errado, pergunte se a pessoa quer ajuda, ou simplesmente comece a ajudá-la.

Isso vai possibilitar direcionar para onde você quer e gerar mais simpatia com a outra pessoa, normalmente todos precisamos de ajuda no nosso cotidiano.

Passo #3: Amigo ou colega?

Quantos amigos você tem no trabalho? Ou quantos você fez através do trabalho? Pelo menos um não é verdade? Como passamos boa parte do dia no trabalho é natural que isso venha a acontecer.

Desde que não deixe sua amizade atrapalhar seu trabalho, é ótimo cultivar amizades dentro do serviço, por exemplo não ouça ou faça fofoca dos outros colegas NUNCA, mas se acredita que deve fazer então faça fora do horário de expediente, ou ainda, quando tem uma função que já deveria estar pronta foque na produtividade, uma vez que a conversa muitas vezes pode ser feita num happy hour 🙂

Passo #4: Se divirta, mas não perca o controle

Tive muitos problemas por ser extremista nas minha comemorações, seu objetivo no momento de diversão é justamente não falar de trabalho, mas muitas vezes acaba acontecendo.

Se você estiver exagerando, por mais que fale algo pertinente, dificilmente vai ser levado em consideração. Tente não usar esses momentos para fazer isso, afinal estamos falando de diversão.

Quando se está no churrasco, ou simplesmente no barzinho após o expediente e vários são seus colegas de trabalho, cuide muito com as brincadeiras, nem todo mundo entende que é algo para descontração e ainda mais que cada pessoa interpreta do seu jeito tudo que é falado.

Passo #5: A paciência é sua amiga

O que acontece no nosso dia a dia é justamente ver, conviver e trabalhar com pessoas de opiniões diferentes da nossa.

Pratique cada dia sua paciência pois nem toda briga vale a pena comprar.

Normalmente quando você aborda uma pessoa de opinião contrária da sua surge um debate, neste ambos os lados vão ter seus argumentos e por mais que pareça incoerente com a situação ambos vão ter a sua própria razão.

Tenha paciência com a outra pessoa, seja colega, amigo ou mesmo cônjuge, caso queira colocar seu ponto de vista, trabalhe como se fosse uma sugestão, muitas vezes após um tempo a pessoa reflete sobre o assunto, mas no momento da discussão dificilmente alguém abre mão da sua verdade.

Passo #6: Valorização

Cada pequeno gesto deve ser levado em conta, a admiração normalmente não é conquistada apenas nas grandes ações e sim nos detalhes.

Muitas vezes as pessoas valorizam saber que foi cortado o cabelo ou a barba, se arrumou o local do trabalho, se deu uma carona, se lembrou do aniversário, se desejou um bom dia.

Saiba que todos esses detalhes influenciam na percepção das pessoas e aqui vai uma dica muito importante a menos que realmente a pessoa avise a todos que não gosta do próprio nome, utilize com frequência chamar a pessoa pelo nome, essa é a maior identificação de uma pessoa para saber quem é.

PS: A melhor dica – sempre elogie em público e se for chamar a atenção de alguém faça em particular.

Dicas Para Melhorar A Autoestima

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente o mini e-book #15 Dicas Incríveis Para Melhorar Sua Autoestima>

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *